Dieta Atkins – 1 semana de indução

A cerca de um mês decidi que ia fazer uma dieta para perder peso e reduzir medidas definitivamente. Viajei para o Ceará e lá mesmo cheguei a oscilar uns dois quilos para cima. Escrevi este texto sobre a necessidade de encontrar um estilo próprio de vestir e com esse desejo veio também a necessidade de dar uma repaginada geral. Assim que cheguei de viagem comecei a pesquisar dietas que eu achasse interessantes e viáveis para o meu estilo de vida. Sou freelancer e não tenho horários regulares, posso estar uma semana inteira em casa e na outra, ter que almoçar a cada dia em um lugar diferente. Precisava encontrar algo que fosse fácil de seguir e que não me restringisse comer em restaurantes ou locações.

No final do ano passado fui em uma nutricionista que me sugeriu uma dieta gluten free. Fiz mas logo perdi o foco porque vieram as festas, carnaval, etc. Embora tenha percebido que meu organismo respondeu bem ao corte do glúten, continuei comendo outros tipos de carboidratos e logo me vi “compensando” com outras fontes dos mesmos. E a sensação de fome constante depois de um tempo acabava me vencendo. Porque a dieta gluten free passada restringia o glúten mas também a gordura e quantidades de todos os alimentos. E isso complicava demais segui-la no meu dia a dia. Por que convenhamos que é um saco ficar medindo porções de tudo que se come. E ninguém anda com balança para saber exatamente o quanto consumiu seja de carne ou aipo.

Daí conversei com uma amiga querida que emagreceu 18 quilos em 6 meses seguindo a reeducação alimentar Dr. Atkins. E ela me sugeriu entrar em um grupo no facebook onde eu encontraria o livro de Dr. Atkins e uma série de informações, receitas, dicas e uma galera trocando experiências. Por via das dúvidas dei uma ligada para minha nutricionista e comentei que queria tentar seguir o programa Atkins. Ela disse que como eu tenho a saúde ok, se achava que dava conta de seguir as restrições de carboidratos, que podia tentar numa boa.

Erroneamente chamam a Atkins de dieta da proteína quando na realidade ela é uma dieta de baixo carboidrato (low carb). Não é que a pessoa tenha que consumir proteína em excesso, é que a retirada do excesso de carboidratos pode dar a impressão de que se consome proteína demais. Na fase de indução, que é de no mínimo 14 dias, somente os alimentos de uma lista podem ser consumidos. E é importante que a soma de carboidratos líquidos consumidos não ultrapasse os 20g diários.

Só para dar uma ligeira ideia da quantidade de açucares escondidos que consumimos sem querer às vezes, um copo de 200 ml de suco de laranja de caixinha tem 21g de carboidratos. Eu nem sou fã desses sucos industrializados, mas é que pensar que meu corpo consegue sobreviver cheio de energia com apenas 20g de carboidratos me faz refletir sobre o quão viciada em açucares é a alimentação que boa parte de nossa sociedade pratica.

highcarb-vs-lowcarb-update05

No dia 16 de junho de 2015, terça-feira, comecei a primeira fase, a mais restritiva de todas, chamada fase de Indução. Hoje, exatamente uma semana depois, perdi 3 quilos. E não passei fome em nenhum momento desta semana. Pela primeira vez na vida, estou em uma dieta na qual eu NÃO SINTO FOME. E isso só me incentiva a continuar.

Baixei um aplicativo que me ajuda muito ao somar os carboidratos daquilo que consumo e li o livro que ensina como combinar os alimentos. Como ovos, torresmo, bacon, manteiga, creme de leite e sou feliz fazendo dieta! Tudo aquilo que eu sempre ouvi dizer que era ruim, que engordava para caramba, agora é consumido para incentivar o meu metabolismo a funcionar da maneira correta. E isso é lindo!

Captura de Tela 2015-06-23 às 15.09.08

Aplicativo Fat Secret.

Em linhas gerais, o que ocorre é que o corte substancial de carboidratos faz com que o organismo entre em estado de cetose, no qual o organismo para de metabolizar os açucares ingeridos e passa a metabolizar a gordura corporal. Carboidratos são moléculas simples e gastam pouca energia para serem quebradas. Lipídios são moléculas mais complexas e exigem um maior gasto de energia do organismo para serem quebradas. E daí o corpo produz cetonas, que vão metabolizar estas gorduras, sendo obrigado a gastar mais energia, queimar mais calorias. Uma imagem muito interessante do livro que ilustra bem é: num parquinho, o carboidrato seria aquela criança valentona que impede que as outras crianças (gorduras do seu corpo) brinquem nos brinquedos. E essas gorduras se acumulam e por isso o ganho de peso a longo prazo.

Entretanto eu não recomendo ninguém a começar a dieta sem ler o livro “Uma nova Atkins para uma nova você”. Não sei porque o livro se refere ao gênero feminino, a dieta é para ambos os sexos, idades variadas, etnias, portanto não briguem comigo. Deve ser questão de marketing dos gringos que o escreveram porque mulher costuma adorar dietas. O livro explica com riqueza de detalhes o processo de cetose, a função de cada grupo de nutrientes, a importância de comer gorduras saudáveis (não produzidas industrialmente). E faz a pessoa rever a maneira como se alimenta. Além de fazer entender que a gordura de origem vegetal ou animal não é vilã e pode inclusive fazer reduzir medidas. Ou seja não esquecer que:

257hfnm

A minha experiência pessoal nesta primeira semana foi: perda de 3 quilos, dos quais 1 deve ser de água. O livro deixa bem claro que no começo o corpo elimina líquidos retidos pelos excessos de carboidratos. A metabolização de gordura provoca diurese (assim como as drenagens linfáticas) e é importante beber bastante água. Tenho bebido água o dia inteiro, também porque o consumo de proteína deixa um gosto estranho na boca. Não é exatamente uma sede, mas uma vontade de tirar o gosto metálico.

Tenho dormido muito bem ao ponto de diminuir as olheiras. Como a muito tempo não dormia. Também estou com muita energia. Passo o dia todo bem ativa, sem aquela moleza de final de tarde, geralmente a hora que eu ia parar pra comer um docinho. Minha pele do rosto também está melhor. Eu andava com umas espinhas e elas sumiram. E o mais importante de tudo: não sinto fome. A proteína, saladas e gorduras de origem natural que são permitidas na indução me dão uma profunda sensação de saciedade.

Por outro lado, meu intestino não está regular. Mas já me explicaram e já li no livro que isso é normal, devido à mudança na alimentação e também por estar ingerindo naturalmente uma quantidade menor de alimentos por dia. Porque a verdade é que as farinhas e açucares enchem muito, fazem mais volume no bolo alimentar, portanto. Li que até o final da segunda semana é provável que regularize. Conforme falei, no entanto, a vontade de fazer xixi é de hora em hora. Não sei se por conta da cetose ou se por conta de estar ingerindo mais água porque sinto a boca metálica. Seja como for, realmente foi algo que eu senti diferença.

Algumas pessoas relatam que sentem dor de cabeça no final da tarde, justo aquele horário em que o açúcar no sangue baixa. Eu senti somente no terceiro dia e tomei uma xícara de café com adoçante e um rolinho de queijo prato e voltei ao normal. Uma hora depois estava na academia. Esses dias dei preferência a atividades físicas aeróbicas e de pouca duração: 30 a 60 minutos em dias alternados porque queria ver como o corpo ia reagir sem grandes esforços. E também porque vai que eu sentisse alguma fraqueza, não quis forçar. Mas a partir desta semana vou começar a incluir a musculação porque assim evito a perda de massa magra. E também porque o aumento da musculatura (massa magra) ajuda mais ainda o corpo a metabolizar a gordura. Inclusive, esta dieta para quem como eu ama queijos amarelos, é o paraíso! Porque descobri que a maioria deles tem valores baixíssimos de carboidratos e são excelentes para saciar a fome. Emagrecer comendo o que gosto, parece até um sonho!

queijos_dieta_low_carb_5

Vou tentar escrever aqui as minhas experiências e impressões sobre a dieta e ver como evolui. A sensação de estar desinchando é maravilhosa! Lembro que eu busquei um auxílio nutricional e tenho meus exames médicos todos em dia e daqui a um mês pretendo repeti-los todos para saber se está tudo dentro dos conformes. Acho que para uma reeducação alimentar dar certo, é importante estar consciente de como seu corpo está. Às vezes uma pessoa não consegue emagrecer por que tem algum distúrbio e não há dieta que vá resolver o problema. Procure sempre um médico especialista. Espero que tenha gostado. Se tiver alguma dúvida ou sugestão, deixa seu recado. Beijinhos!

Anúncios

5 comentários sobre “Dieta Atkins – 1 semana de indução

  1. Pingback: Como definir seu estilo pessoal? | Blog da Ana Pri

    • Edna, tudo bem? Então, eu ainda não li muito sobre a dieta Dukan, sei apenas o que li sobre o processo Atkins mesmo no livro, em blogs, grupo do facebook – estou no Atkins Flex. Estou inclusive curiosa para ler mais sobre outras dietas low carb, como a Dukan e a Paleo, só me faltou tempo esta semana. A única coisa que eu sei é que como a Atkins tem quatro fases, e a fase de indução, que é a primeira é bastante restritiva, e aí a perda de peso inicial costuma ser mais rápida. E eu sou do tipo de pessoa um pouco ansiosa então optei por ela pra ter logo uma perda inicial maior e assim me sentir motivada.

      Ainda estou engatinhando nesta primeira semana no maravilhoso mundo do low carb. Todo dia tem uma surpresa boa. Descobri que existem milhares de receitas, embora eu só tenha feito uma por enquanto. E que existem sites que comparam as dietas e dão dicas muito importantes.

      Francamente, não sei o quanto vou aguentar fazer a indução, e é bem possível que dentro de todo este processo eu venha a cometer deslizes. Mas a única coisa que eu sei por enquanto é que ler o livro me fez ter uma visão muito mais profunda sobre o funcionamento do meu corpo, sobre aquilo que eu escolho comer e sobre as minhas reais necessidades. Acho que é uma jornada de descoberta que está só começando. Estou realmente muito impressionada com a quantidade de carboidratos (açucares em geral) desnecessários que a nossa alimentação contemporânea traz. E estou refletindo sobre o estilo de vida não apenas meu mas de todos que me cercam.

      Se quiser, acompanhe por aqui que vou sempre postar o andamento das fases e assim que fizer alguma receitinha, dar a minha opinião. Uma beijoca carinhosa!

      ps: no grupo que linkei tem o livro e um montão de arquivos da atkins, além de pessoas trocando experiências e me ajuda bastante.

      Curtir

  2. Pingback: Dieta Atkins – 2a. e 3a. semanas de indução | Blog da Ana Pri

  3. Pingback: Só mais um pouquinho: armadilhas cotidianas e vícios de consumo | Blog da Ana Pri

Comenta aí!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s